top of page
  • Foto do escritorFabrício Girão

O Melhor do Mundo: Crítica do Almanaque Disney

Novo filme do Disney Plus reúne hip hop e matemática em história sobre jovem gênio tentando seguir os passos do pai.

Manny Magnus e Utkarsh Ambudkar em cena de O Melhor do Mundo, do Disney Plus
Divulgação/Disney Plus

Hip hop e matemática não são necessariamente duas temáticas que você colocaria como parte de um mesmo universo, mas é exatamente isso que O Melhor do Mundo, filme que estreou na última sexta-feira (23) no Disney Plus, faz. O longa narra a história de Prem Patel (Manny Magnus), um jovem prodígio da matemática que descobre uma conexão com o falecido pai, Suresh (Utkarsh Ambudkar), através da música.


O que se segue a partir dessa premissa é um divertido filme sobre amadurecimento, cuja história é intercalada com diferentes e números musicais que também funcionam como videoclipes isolados. Enquanto Manny descobre mais sobre o pai, ele se volta para a música e extrapola o mundo real, com muita imaginação, nos momentos mais inventivos e criativos do filme.



As cenas musicais são, de longe, a melhor coisa do filme. Isso porque as letras muito bem pensadas e as coreografias precisas entregam os momentos mais empolgantes do longa. Aqui, o talento de Utkarsh em compor canções de ritmo rápido e que se aprofundam nas questões dos personagens fica evidente, sendo o grande destaque o número final envolvendo cálculos matemáticos.


O Melhor do Mundo é um filme bem previsível, mas não chato. A jornada de autodescoberta do protagonista segue os padrões de outros filmes sobre crescimento na adolescência, com o roteiro jogando seguro e oferecendo uma história simples, mas que funciona porque Prem e sua mãe Priya (Punam Patel), formam uma dupla com muito carisma. Somado a isso, o lado mais imaginativo do filme faz com que ele se destaque e não seja mais um filme adolescente qualquer.


Pôster oficial do filme O Melhor do Mundo

O Melhor do Mundo

Ano: 2023

Direção: Roshan Sethi

Elenco: Manny Magnus, Utkarsh Ambudkar, Punam Patel, Kayla Njeri e Dorian Giordano.


Números musicais criativos tiram O Melhor do Mundo da mesmice dos filmes sobre a adolescência.


Nota: 3/5

Comentários


bottom of page